Text Size

Buscar

Estância Climática de Campos Novos Paulista

Campos Novos Paulista 

Um dos mais antigos lugarejos dos sertões do Paranapanema, Campos Novos Paulista nasceu da década de 1980, na beira esquerda do rio Novo, com o nome de São José do Rio Novo. Não se conhece a data precisa de sua fundação, mas se sabe que José Theodoro de Souza, vindo de Pouso Alegre, já havia estabelecido no lugar em 1984, organizando sua família e seus agregados em um povoado cujo nome primitivo teria tudo a ver com o santo padroeiro de seu fundador.

As terras pertenciam aos índios Puris, mediam 16 léguas, e lhe foram tomadas em 1850, quando José Theodoro, explorando a região de São Pedro do Turvo, deparou-se com uma área que, aparentemente, não tinha dono, o que foi confirmado, bem à maneira de quase todos os tempos no Brasil, em 1856, quando as autoridades de Botucatu, onde se localizava o cartório mais próximo, lhe deram direito de posse. São José cresceu rapidamente. E, com a Guerra do Paraguai. O afluxo de gente aumentaria ainda mais.

O nome Campos Novos deve-se justamente ao fato de sua colonização ter se dado, tardiamente, em relação ao litoral, à Capital, e a outros pontos do interior Paulista, com o Vale do Paraíba, por exemplo; e foi usado, pela primeira, na lei que criou a vila de Campos Novos de Paranapanema, em 1885. Em 1938, a vila foi rebaixada a distrito de Bela Vista (hoje Echaporã), quando ficou conhecida, simplesmente, como Campos Novos.

Em 1944, teve sua denominação traduzida para o Tupi, pela Assembléia Legislativa de São Paulo, que transferiu o distrito de bela Vista para Ibirarema e alterou seu nome para Nuretama, que em tupi significa terra, lugar (r-etama) de campos, Campinas (nhu). Mais tarde, voltaria a se chamar Campos Novos, desta vez, “do Paranapanema”, por causa do rio, que é afluente do rio Novo. O topônimo atual nasceu em 1948, por ocasião de sua segunda emancipação política, de Santa Cruz do Rio Pardo, sendo o gentílico acrescentado para diferenciá-lo de outras localidades com o mesmo nome no País.

    * Adjetivo pátrio – Camposnovense
    * Denominação promocional – "Terra do marolo"
      (Marolo é um fruto que viceja principalmente no cerrado e que chega a pesar dois quilos. É muito doce, perfumado e saboroso.)
    * Data da Emancipação- 24/12/1948
   

Ficha Técnica
População: 4.539 hab. (IBGE/2010)
Área Total: 484,58 km²
Altitude: 446 m
Região: Marília
Aniversário: 10 de março
Site: www.camposnovospaulista.sp.gov.br/  

Prefeituras Parceiras






Greenpeace

Greenpeace

WWF