Text Size

Buscar

Campinas é a 1ª cidade do País a ter táxis elétricos na frota

Campinas inovou mais uma vez e se tornou a primeira cidade do País a ter táxis elétricos – comprados – na frota da cidade. A BYD, empresa chinesa, entregou os dois veículos aos novos proprietários nesta sexta-feira, 22 de maio, durante cerimônia com o prefeito Jonas Donizette, no Paço Municipal. Na ocasião, a BYD também anunciou investimentos na ordem de R$ 150 milhões para a fabricação de painéis de energia solar.

“Carros elétricos serão cada vez mais comuns nas cidades brasileiras, e é com muita satisfação que vejo nossa Campinas ser uma das pioneiras nesse segmento. Que esses táxis sejam os primeiros de uma série”, disse o prefeito. “Parabenizei os dois profissionais pelo pioneirismo e pela aposta no futuro”, completou.

Os dois proprietários pioneiros – Juraci Soriano Lima e Luciano Roberto Santos – atuam em Campinas há muitos anos em Campinas e avaliam a aquisição dos veículos como um bom investimento, que, além de economia, traz qualidade de vida. “Fiz o test drive e gostei muito do carro, que além de trazer grande economia, também é muito confortável. Hoje, com R$ 12,00 é possível circular, 300 quilômetros com este carro”, disse Santos.

Lima, que vai dividir o carro com sua esposa, Aparecida Carvalho Lima, também elogiou a qualidade do carro e os benefícios que ele traz. “É espaçoso, tem um bom visual e traz conforto para o passageiro. Além disso vai trazer sustentabilidade para a cidade”, afirmou.

Os dois veículos – modelo e6 - devem entrar em operação em junho. A recarga hoje é feita em dois pontos, porém a previsão é de que nos próximos dias sejam instalados outros 11 locais de abastecimento e nos próximos meses, 47. Uma carga completa garante autonomia do veículo de 300 quilômetros.

A vice-presidente da BYD, Stella Le, explicou que a venda dos dois carros foi feita no sistema de leasing. “O taxista pode operar o carro e com a economia do combustível e da manutenção ele vai pagando o veículo na forma de leasing e depois de algum tempo ele se torna dono do carro”, disse. “É muito mais um projeto de geração de renda, de desenvolvimento, do que um projeto de vender táxis. Esse é o modelo que nós implantamos na China e ficamos felizes em lançar aqui em Campinas, o primeiro lugar no Brasil que um táxi elétrico vai seguir essa metodologia do leasing”, completou.

Sobre a BYD

Especialista em veículos elétricos e baterias recarregáveis, a BYD tem 180 mil funcionários em 11 parques industriais em toda a China. A BYD também conta com plantas industriais e escritórios nos Estados Unidos, Europa, Japão, Coréia do Sul, Índia, Taiwan, Hong Kong e São Paulo. A fábrica de ônibus elétrico de Campinas será a terceira fora da China, após unidade na Califórnia nos EUA.

Na área de novas energias, a BYD desenvolve produtos sustentáveis e inovadores, como painéis fotovoltaicos, sistemas de armazenagem de energia, veículos híbridos e elétricos, lâmpadas e componentes de LED, entre outros produtos associados à economia verde. Nessas áreas, a BYD também figura entre as maiores produtoras mundiais de painéis solares, LED e sistemas de armazenamento de energia. É também a segunda maior produtora de componentes eletrônicos para celulares, tablets e computadores portáteis do mundo, atendendo 20% do mercado mundial de baterias para estes equipamentos.

Considerada como a marca mais inovadora da China e oitava marca mais inovadora do mundo (Bloomberg Bussiness, 2010) a BYD Auto é também o maior fabricante de ônibus 100% elétricos no mundo e maior fabricante de carros elétricos na China.
 
Fonte: Prefeitura de Campinas

Prefeituras Parceiras






Greenpeace

Greenpeace

WWF