Text Size

Buscar

Polo automotivo de Jacareí terá investimentos de US$ 700 milhões

Com previsão de aportes que chegam a US$ 700 milhões e a expectativa de geração de 5.000 postos de trabalho, o polo automotivo de Jacareí, selado oficialmente na terça-feira em Brasília, foi um dos destaques da abertura da Exposição dos Equipamentos e Manufaturados da China, no Rio de Janeiro, nesta quarta (20), quando foram anunciados detalhes dos investimentos.

O polo, formado principalmente por potenciais fornecedoras da montadora Chery, deve englobar 25 empresas em uma área de quatro milhões de metros quadrados ao redor da fábrica da montadora em Jacareí, e deve começar a operar em dois anos. “A instalação da Chery em Jacareí já vislumbrava esse polo automotivo, que agora começa a se concretizar. Assim como outros investimentos que Jacareí está recebendo, são frutos de um intenso trabalho que vai gerar ainda muitas oportunidades”, avalia o prefeito de Jacareí, Hamilton Ribeiro Mota.

Em Brasília, o prefeito de Jacareí, Hamilton Ribeiro Mota, assinou, com o diretor-geral da Chery Brasil, Peng Jian, o "memorando de entendimento” para instalação do polo automotivo, dentro do pacote de 35 acordos fechados entre Brasil e China. Os acordos, que podem totalizar investimentos de até US$ 53 bilhões, foram formalizados em cerimônia com a presidente Dilma Rousseff e o premiê chinês, Li Keqiang.

Já no evento no Rio de Janeiro, o prefeito Hamilton e o secretário de Desenvolvimento Econômico de Jacareí, Emerson Goulart, aproveitaram para apresentar a cidade aos empresários chineses, prospectando novos negócios para Jacareí. Hamilton participou, ao lado do presidente mundial da Chery, Yin Tongyue, e do presidente da Chery Brasil, Roger Peng, da recepção ao premiê da China, Li Keqiang. Representado a presidente Dilma estiveram os ministros Eduardo Braga (Minas e Energia), Ricardo Berzoini (Comunicações) e Mauro Vieira (Relações Exteriores), além ainda do governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão. O evento reúne as principais empresas chinesas com operações no Brasil e que segue até o próximo dia 22, no Pier Mauá.

“Desde quando anunciamos a construção da fábrica de Jacareí, com o evento da pedra fundamental, em julho de 2011, já era sabida a intenção da Chery em contar com este parque de fornecedores. É uma grande satisfação anunciar mais um aporte e continuar contribuindo com o desenvolvimento local”, disse Luis Curi, vice-presidente da Chery Brasil.

Na China – Na semana passada, Hamilton, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Emerson Goulart, e de um grupo de empresários de Jacareí viajaram á China, a convite da Chery. Como uma 'prévia' dos anúncios dessa semana, a comitiva jacareiense visitou empresas chinesas dos setores automotivo e tecnológico.

Em Wuhu, cidade de três milhões de habitantes e sede da Chery, Hamilton e o grupo conheceram as instalações dos polos automotivos da montadora – que, além de carros, constroi também navios, caminhões e ônibus, além de contar com uma unidade de robótica.

Histórico – Primeira montadora de automóveis da China a fabricar carros em solo brasileiro, a Chery começou a operar sua fábrica em Jacareí em 28 agosto do ano passado, com previsão de produção de 50 mil veículos este ano. O grupo Chery tem em Jacareí uma fábrica de automóveis e outra de motores, a Acteco, empresa do grupo Chery Automobile.

Segundo a Chery, o investimento no complexo de Jacareí é o maior já feito pela empresa em uma unidade de produção fora da China – foram US$ 400 milhões, e outros R$ 50 milhões estão previstos na construção de um centro de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D).
 
Fonte: Prefeitura de Jacareí

Prefeituras Parceiras






Greenpeace

Greenpeace

WWF