Text Size

Buscar

Barretos terá o programa "Remédio em casa"

O prefeito Guilherme Ávila encaminhou para a Câmara de Vereadores de Barretos projeto de lei, número 81, de 12 de maio de 2015, que cria o programa "Remédio em casa" de entrega gratuita domiciliar de medicamentos de uso contínuo para pessoas com deficiência motora, multideficiência, com dificuldade de locomoção e idosos com dificuldade de locomoção. Sugerido pelo vereador Thales Olivi de Almeida, o projeto tem o objetivo de garantir o acesso a medicamentos, assegurado pela Constituição Federal, para aqueles que possuem dificuldade para se locomover até os postos de entrega da Secretaria de Saúde.

"Infelizmente são comuns as quedas de pessoas idosas, atos de violência contra elas e ainda uma série de transtornos àqueles que possuem mobilidade reduzida ou pessoas com deficiência, razão pela qual a presente propositura tem por escopo proporcionar melhores condições de vida a essas pessoas, uma vez que tais fatalidades não precisam ocorrer se o município passar a entregar os medicamentos em domicílio", explica o chefe do Executivo no ofício em que encaminha o projeto ao Legislativo.

De acordo com o prefeito Guilherme Ávila, caso o novo serviço seja aprovado pela Câmara de Vereadores, a entrega de medicamentos pela Rede Municipal de Saúde incluirá os itens da Relação Municipal de Medicamentos (REMUME). Na avaliação dele, além de promover o acesso e uso seguro e racional de medicamentos baseado nas diretrizes da Organização Mundial da saúde (OMS), o serviço trará melhorias também para a gestão pública, "ao evitar não somente o acesso e a aglomeração de um grande número de pessoas, como também otimizando a dinâmica e eficiência neste serviço".
 
Fonte: Prefeitura de Barretos

Prefeituras Parceiras






Greenpeace

Greenpeace

WWF