Text Size

Buscar

Marília instala o Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável

O Diário Oficial do Município publicou a lei instituindo o Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentavel(Comsea). Vinculado à Secretaria Municipal de Governo, terá como objetivo propor diretrizes e acompanhar as ações municipais na área, visando a qualidade de vida da população.

O Comsea será formado por 20 representantes da sociedade civil e 10 do poder público, a serem nomeados pelo prefeito municipal, com mandato de dois anos. Já a diretoria será eleita pelos membros titulares para mandato também de dois anos.

Nesta quarta feira pela manhã, no auditório da Prefeitura Municipal, representantes dos setores envolvidos ser reuniram para acompanhar a apresentação do Conselho. “ O prefeito Vinicius Camarinha deu todo o apoio, já que será muito importante para a melhor condição de vida dos marilienses. Deverá trabalhar ações para a educação da população nesse sentido e todos só terão a ganhar”, comentou Renata Devito, secretária de Governo, Trabalho e Inclusão.

O vice prefeito, Sérgio Lopes Sobrinho, se disse muito satisfeito com o grande comparecimento de representantes convidados para o encontro de apresentação do Comsea. “É a comprovação de que o órgão nasce forte. Por isso, Marília estará muito representada na conferência regional sobre o tema na quarta feira, dia 10, na Unimar”, destacou.

A chefe do Serviço de Segurança Alimentar da Prefeitura de Marília, Luciane Yara Sales Ferreira, afirmou que a cidade inova com esse tipo de ação. “A população será a grande beneficiada, com uma política específica nessa área. Hoje, é muito forte a industrialização dos alimentos consumidos por todos nós. Isso aumenta a perspectiva de doenças. A segurança alimentar é um direito da população que precisa ser exercido diariamente. A sociedade com seus representantes nesse encontro mostra que todos querem o melhor por acreditar no tema e na execução prática”, afirmou.

Conferência regional será na Unimar

“Comida de Verdade no Campo e na Cidade”. Esse será o tema da 5ª Conferência Regional de Segurança Alimentar e Nutricional a ser realizada na próxima quarta feira, dia 10, das 8h00 às 17h00 no auditório da reitoria da Universidade de Marília(Unimar). O evento está sendo organizado pelo governo do Estado, através da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral(Cati) e Prefeitura Municipal.

Entre as atividades previstas destacam-se palestra sobre a política nacional de segurança alimentar, bem como discussão e aprovação do regimento interno da conferência.

Logo após, serão formados grupos para o debate sobre os temas “Comida de verdade”, “Estratégias em nível regional, estadual e nacional” e “Aperfeiçoamento e Ampliação do Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional: pacto federativo, participação social e intersetoriedade”. Haverá também a eleição dos conselheiros regionais e dos delegados para a conferência estadual.

O engenheiro agrônomo Flávio Wirgues, Assistente de Planejamento da Cati de Marília, afirmou que a questão da segurança alimentar é uma cadeia, envolvendo desde a produção até a distribuição para o consumidor. “Precisam estar envolvidos órgãos públicos e sociedade civil. Elogio o prefeito Vinicius Camarinha pela determinação na instalação do conselho e o debate sobre o tema. Quem vai ganhar é a população. Isso vai melhorar substancialmente a questão, desde a produção até a distribuição para o consumidor. A meta é executar na prática a segurança alimentar”, comentou.

A coordenadora do curso de Nutrição da Unimar, Mara Silvia Foratto Marconato, disse ser muito importante envolver lideres de segmentos para a definição de uma diretriz sobre o tema para Marília e região. “É preciso evitar como consequência graves problemas de saúde. Quando há a sintonia nas ações, a população é a grande beneficiada. A Unimar terá um papel atuante nessa questão, sediando inclusive a conferência regional. A população precisa estar cada vez mais esclarecida para se envolver profundamente com esse tema”, finalizou.
 
Fonte: Prefeitura de Marília

Prefeituras Parceiras






Greenpeace

Greenpeace

WWF