Text Size

Buscar

São Bernardo do Campo ganhará três policlínicas

A Atenção Especializada na rede municipal de Saúde de São Bernardo está passando por profunda reestruturação para ampliar o acesso dos usuários aos serviços e garantir melhor resolutividade no atendimento. Os Centros de Especialidades Médicas serão transformados em Policlínicas, o que implicará no aumento do número de especialidades oferecidas, ampliação das equipes multiprofissionais e incorporação de novas tecnologias. Assista o vídeo.

O prédio que abrigava o Centro Regional de Especialidades do Alvarenga, na Rua Leonardo Martins Neto, está sendo reformado e ampliado para a implantação da Policlínica do Alvarenga, cuja entrega está prevista para o segundo semestre deste ano. O imóvel estava em precárias condições e era muito pequeno para a demanda de usuários.

A unidade, que é referência para as UBSs Alvarenga, Ipê, Jardim das Oliveiras, União, Orquídeas, Alves Dias, Vila Marchi, Nazareth e Vila Rosa, terá dez especialidades: neurologia, ortopedia, dermatologia, pneumologia, cardiologia, oftalmologia, endocrinologia, homeopatia, acupuntura e nutrição.

O prédio onde funcionava o Ambulatório de Especialidades Médicas, na Avenida Armando Ítalo Setti, também passa por obras para a implantação da Policlínica  Centro, que deverá ser inaugurada no primeiro semestre de 2016. A área construída passará de 2.500 m² para 3.200 m².  O número de consultórios e salas de acolhimento aumentará de 39 para 52.

A Policlínica Centro será o maior centro de especialidades ambulatoriais da rede municipal. A unidade atenderá os bairros Baeta Neves, Batistini, Demarchi, Farina, Ferrazópolis, Fincos, Leblon, Parque São Bernardo, Represa, Riacho Grande, Santa Cruz, São Pedro, Selecta, Silvina, Vila Euclides e Santa Terezinha.  Também será referência para todo o município nas especialidades vascular, urologia, nefrologia, reumatologia, alergologia, infectologia, geriatria e especialidades pediátricas.

Ao todo, a população terá acesso a 25 especialidades médicas e a 12 exames, incluindo o holter (utilizado para monitoramento cardíaco), hoje não oferecido na rede municipal, e mamografia, que atualmente é feito por laboratório terceirizado. A Policlínica Centro terá ainda um ginásio de fisioterapia ortopédica e respiratória e serviço de reabilitação cardiopulmonar, também inédito na rede municipal de Saúde.

A terceira Policlínica será implantada a partir da reforma e ampliação do imóvel ocupado atualmente pelo Centro Regional de Especialidades Rudge Ramos, cujas obras devem ter início em 2016. A Policlínica Rudge Ramos contará com dez especialidades médicas.
 
Fonte: Illenia Negrin - Prefeitura de São Bernardo do Campo

Prefeituras Parceiras






Greenpeace

Greenpeace

WWF