Text Size

Buscar

Iguape realiza o "Jazz & Blues Festival"

O festival acontecerá entre os dias 09 e 12 de julho e terá como palco principal o Centro Histórico de Iguape. O evento foi construído e estudado nos mínimos detalhes, tudo para agradar e cativar o público. O time já está montado com uma série de grandes estrelas nacionais e internacionais do jazz e blues, como: Tia Carroll Band e Robert Bilbo Walker (Estados Unidos), Gonzalo Araya (Chile) e Nico Smoljan e Juan Codazzi (Argentina) e do Brasil - Trio Corrente, Raul de Souza, Gilson Panzzetta & Mauro Senise, Ulisses Rocha Trio, entre outros.

O “Iguape Jazz & Blues Festival” tem pretensões de vir para ficar: “Além dos workshops, máster class, gastronomia e da boa música, o que queremos é que o festival caia no gosto dos visitantes, turistas e moradores regionais e deixe como herança a efervescência cultural e o turismo que é uma vocação iguapense e do Vale do Ribeira”, afirma Oda (artista plástico, músico e produtor cultural iguapense).

Música nas ruas e nas praças - O “Iguape Jazz & Blues Festival” terá surpresas em cada calçada, esquinas e praças do Centro Histórico. Uma das novidades será os “buskers” ou em livre tradução, músicos ou bandas de rua, que é uma forma de divulgar o trabalho e ganhar dinheiro, muito usado por músicos nas ruas de Nova York (EUA), Londres (Inglaterra) e Dublin (Irlanda), e que vem sendo adotado como atração nos festivais no Brasil. Em Iguape duos formados por músicos da cidade e convidados se apresentarão em pelo menos três pontos da cidade: na Praça da Basílica, antigo Porto Grande (na orla do Mar Pequeno) e na Rua XV de Novembro. “Quero que Iguape e o Vale nestes quatro dias respirem música, coma tradição e durma com sua história”, brinca Oda Gomes.

Cultura de Boteco e música – Entre os destaques está a apresentação da “The Boy Street Jazz Band”, composta por jovens da Banda Municipal Maestro Aquilino Jarbas de Carvalho, nas ruas do Centro Histórico da cidade. Uma das novidades que o festival trará para Iguape envolve os bares, restaurante e lanchonetes: a “Mostra Cultura de Boteco” onde estabelecimentos participantes reconhecidos pelo banner do Festival, oferecerão ao cliente um prato típico regional. “Pode ser o bolinho de peixe da vovó, o casadinho de manjuba ou a moqueca caiçara, não importa a receita, desde que tenha tradição e tenha ingredientes regionais, isso é o que importa”, ressaltou Oda. A intenção é fortalecer a comida regional, fazer surgir receitas que estavam adormecidas nas gavetas das famílias iguapenses, também é a ideia para enriquecer o festival.

Workshops, livros e master class - Associado aos shows principais com as atrações nacionais e internacionais, haverá uma série de workshops e master classes, além de bate papos com músicos, jornalistas e profissionais envolvidos no jazz/blues e MIB (Música Instrumental Brasileira). Também haverá workshops sobre a História do Blues e do Jazz com o jornalista Helton Ribeiro, workshop de foto de palco com o fotógrafo Marco Aurélio Olímpio, que também realiza a exposição “Imagens Musicais” (composta por fotos de ícones da música brasileira, exposição de esculturas no jardim da Praça da Basílica do artista plástico Félix, e o lançamento do livro “Bisbilhoteiro das Galáxias”, de autoria do conhecido jornalista Jotabê Medeiros. Além da noite de autógrafos, Jotabê fará um workshop direcionado a jornalistas e interessados sobre “Jornalismo Cultural”. Outra atração será a exposição da arte da luthieria, ou confecção artesanal de instrumentos musicais tradicionais, como rabecas, violas brancas e tambores pelos artistas e músicos Cleiton Prado, Ordilei Xavier e Fernando da KinTao Artesanal. As inscrições já estão abertas e podem ser realizadas no site - www.iguapejazzbluesfestival.com.br - é só clicar no ícone workshops e se inscrever. Dúvidas e informações também devem ser tiradas pelo site.

O “Iguape Jazz & Blues Festival” é uma idealização da Nave Produções Artísticas, realização da Prefeitura Municipal de Iguape com o apoio da Galeria Imã.
 
Fonte: Prefeitura de Iguape

Prefeituras Parceiras






Greenpeace

Greenpeace

WWF